Domingo, 31 de Janeiro de 2016

Maria Bethânia no Facebook - sou como a haste fina que a brisa verga mas a espada não corta

Bethania

 

sou como a haste fina que a brisa verga mas a espada não corta

Maria Bethânia

 

publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito
|

Dalai Lama no Facebook - Nunca estrague o seu presente por um passado que não tem futuro

Presente

 

 

Nunca estrague o seu presente por um passado que não tem futuro

Dalai Lama


publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
|

Augusto Cury no Facebook - Ser feliz não é ter uma vida perfeita

Ser feliz

 

 

 

 

Ser feliz não é ter uma vida perfeita. Mas usar as lágrimas para irrigar a tolerância. Usar as perdas para refinar a paciência. Usar as falhas para esculpir a serenidade. Usar a dor para lapidar o prazer. Usar os obstáculos para abrir as janelas da inteligência.

Augusto Cury


publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito
|

Frases do Facebook - Gosto de coisas que brilham, de pessoas luz, de gente que sabe ser sol mesmo quando a vida está nublada

Gosto

 

 

Gosto de coisas que brilham, de pessoas luz, de gente que sabe ser sol mesmo quando a vida está nublada


publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 30 de Janeiro de 2016

Will Rogers no Facebook - Se não há cães no céu, então quando eu morrer quero ir para onde eles foram

Cães

 

 

Se não há cães no céu, então quando eu morrer quero ir para onde eles foram

Will Rogers


publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito
|

Frases do Facebook - Não existem limitações se a vontade de fazer o bem for maior

Fazer o bem

 

 

Não existem limitações se a vontade de fazer o bem for maior


publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
|

Frases do Facebook - Precisamos de 365 dias de consciência humana

Humanos

 

Não precisamos de um dia da consciência negra, branca, albina.

Precisamos de 365 dias de consciência humana


publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito
|

Frases do Facebook - Porque a vida anda para a frente

Saudades

 

 

Porque a vida anda para a frente


publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 29 de Janeiro de 2016

Frases do Facebook Não preciso da simpatia de quem não simpatiza comigo

Simpatia

 

 

Não preciso da simpatia de quem não simpatiza comigo

Uma boa dose de respeito e alguns quilómetros de distância é suficiente


publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito
|

Frases do Facebook - Se nada dura para sempre, a dor também não

Dor

 

Se nada dura para sempre, a dor também não


publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
|

Frases do Facebook - Mulher trabalha, mulher estuda, mulher batalha.

Mulher

 

 

Mulher trabalha, mulher estuda, mulher batalha.

Mulher é mãe e às vezes tem que fazer o papel de pai também

Portanto, o lugar da mulher é onde ela quiser e merecer estar!


publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito
|

José Luís Peixoto - Até Paris

 

Até Paris


O que o leva a Paris?

Quando estava acordado, o Cosme gostava de fazer perguntas. O homem desculpou-se, precisava de ir aos lavabos. Mal saiu, o Cosme descuidou-se.

Tinha este guardado.

O Ilídio olhou-o sem paciência. Ficaram calados. Na estação de Orléans, o Cosme abriu a janela e assomou--se. Voltou coberto pelo apito do chefe de estação. Trazia o peito preenchido de ar novo. O sorriso enchia-lhe a cara inteira. Agarrou as mãos do Ilídio.

Já viste? Estamos na França. Já estamos na França.

O Ilídio tirou as mãos, não conseguia ser proprietário do mesmo entusiasmo. Antes disso, queria chegar a Paris. O Cosme já estava imparável, tinha vencido a guerra. Guerra, qual guerra? E encheu essas horas com promessas, com planos. No dia seguinte, ia tratar de uma lista infinita de assuntos. A França já era dele. O Ilídio estava como se o ouvisse, tinha a posição de estar a ouvi-lo, tinha o olhar, tinha uma expressão que era exactamente como se o ouvisse.
Estavam quase a chegar a Paris quando o Cosme reparou que o homem ainda não tinha regressado. Enumerou possibilidades por comprovar, e deu-se como voluntário para ir buscá-lo. Foi.

O Ilídio esperou, esperou, mas foi só quando estavam mesmo a chegar à estação, a placa Paris-Austerlitz num muro, que o Cosme regressou e disse:

Ninguém sabe dele.

O Ilídio, pouco convencido, disse-lhe para ficar no vagão enquanto o ia buscar. Varreu a carruagem de primeira classe em pouco tempo, nada. Entrou para as outras carruagens, havia homens a empurrarem-se, a apertarem--se nos corredores, corpos com rostos. O comboio parou.

O Ilídio foi rejeitado de um lado e de outro por pessoas que queriam sair. Já no comboio deserto, coberto de destroços, ruínas com cheiro de pés transpirados e comida, o Ilídio passou por cada canto daquela máquina imensa, abriu as portas de correr dos vagões e abriu as portas que separavam as carruagens, o cheiro a óleo negro, e nada. Em todos os lados, nada. Na estação, havia multidões de portugueses a abraçarem-se, irmãos e primos de boina, filhos a serem levantadas no colo, esposas comovidas, sentidas, chorosas. O Ilídio voltou ao vagão de primeira, onde encontrou o Cosme, na mesma posição em que o tinha deixado.

Então?

Não sabiam o que fazer. Chegou o revisor e facilitou--lhes a escolha, tinham de sair. Juntos, levaram a mala do homem, grande carrego, e desceram na estação. Estavam na França, estavam mesmo na França, mas não sabiam o que fazer. As mulheres afastavam-se debaixo dos xailes, os homens carregavam sacas de batatas aos ombros e afastavam-se também, os cachopos eram cachopinhos e afastavam-se. A estação ficou vazia de todos os que tinha vindo naquele comboio estafado.

Foi o Cosme, claro, que sugeriu que abrissem a mala. Se calhar, tem ouro lá dentro. O Ilídio começou por lutar com a ideia mas, por falta de alternativa, anuiu. Foram para um canto. Olharam para todos os lados e, com cuidado, soltaram as correias e abriram as fivelas.

Dentro da mala, desarticulado, estava o corpo do homem, morto, dobrado, ensopado por uma pasta de sangue, com os braços e as pernas sem jeito, a traçarem ângulos rectos, com um olhar cego e a pele do rosto vincada pelo interior da mala.

Enquanto fechavam a mala, tiveram dificuldade em engolir saliva, respiraram ar grosso, morno. Depois, deixaram-na onde estava, encostada a uma parede, e foram-se embora o mais depressa que conseguiram.

À porta da estação, angústia, precisavam de uma cidade enorme que os recebesse. Paris tinha um tamanho que, naquele momento, ainda não eram capazes de calcular. Foi preciso atravessarem pontes sobre o Sena, andarem muito, calcorrearem praças, avenidas, quilómetros de passeios, até serem capazes de respirar fundo e, por fim, por fim, perceberem que tinham chegado.

José Luís Peixoto, in 'Livro'
 
Retirado de Citador

publicado por olhar para o mundo às 09:13
link do post | comentar | favorito
|

Frases de Lou de Olivier no Facebook - O dia em que nos preocuparmos com a consciência humana, o racismo desaparce

Morgan Freeman

 

 

O dia em que pararmos de nos preocupar com a consciência negra, amarela ou branca e nos preocuparmos com a consciência humana, o racismo desaparce

Lou de Olivier

Recebi o seguinte texto de Lou de Olivier: 

Olá, quero deixar registrado aqui que esta frase da "Consciência humana" não é do Freeman. Esta frase foi criada por mim em 2003 em um Fórum de Poetas e depois foi muito repassada pelo extinto Orkut. Lamento profundamente que tenham retirado meu nome e repassado e mais ainda por tirarem do contexto, pois eu quis afirmar que deveríamos nos aceitar como sendo todos iguais. Por favor, leia a crônica que fiz no meu blog. https://wp.me/p1k6R2-i5 Acesse tb meu portal para conhecer tudo que pesquiso e publico. E, infelizmente, às vezes, outros postam como sendo deles. https://loudeolivier.com/

 

O seu a seu dono!


publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
|
Quinta-feira, 28 de Janeiro de 2016

Ana Bonadia no Facebook - nunca julgues alguém que não conhecers de verdade

Pessoas

 

 

Ninguém sabe o que se passa na vida de ninguém, não sabe as dificuldades, as tristezas, as dores, as marcas que a vida deixou na pessoa. Então, nunca julgues alguém que não conhecers de verdade

 

Ana Bonadia


publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito
|

Frases do Facebook - Tem muito cuidado em quem confias, Lembra-te, o diabo era um anjo

anjo

 

Tem muito cuidado em quem confias, Lembra-te, o diabo era um anjo


publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
|

Frases do Facebook - Tiram-nos tanto tanto, que acabarão por nos tirar o medo

Tiram-nos tanto tanto, que acabarão por nos tirar o medo

 

Tiram-nos tanto tanto, que acabarão por nos tirar o medo


publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito (1)
|

Isabel de Sá - Eu Ela e a Escrita

isabel de sá.jpg

 

Eu Ela e a Escrita

Eu ela e a escrita existimos desde o princípio. A escrita forma-se em mim, passa por ela e volta à minha pele num jogo sensual e íntimo. É um ser maleável aos gestos que executamos, vive e morre com os nossos impulsos. Quando se ausenta deixa sinais. Faz-nos confidências da sua vida errante, elabora sentimentos que não esperávamos que tivesse quando junta ao nosso, o seu instinto criativo. Assim, utilizo agora palavras que nunca pensei vir a escrever. Aceito-as porque as sei da espécie da personagem que habita connosco, conivente com os erros que cometemos.

Quando adolescente, passava o tempo a ler o dicionário, apercebendo-me da corrosão de algumas palavras, do seu poder destrutivo. Noutras havia sombra e um peso monstruoso. E as que ao tempo foram luminosas, irradiavam um brilho que se colou aos meus dedos. Eu gastava os dias a limpar-me dessa luz até não haver em mim resíduos de leitura. Descobria o esquecimento, onde o poema veio a ser abismo, outra vida onde o sorriso da morte teve muita importância. Amei a imperfeição do ser humano. Revisitei a infância e aquilo que em nós é real. Não soube prescindir da beleza.

Isabel de Sá, in 'Escrevo para Desistir'
 
retirado de Citador

publicado por olhar para o mundo às 09:13
link do post | comentar | favorito
|

José Saramago no Facebook - Quero encontrar a ilha desconhecida quero saber quem sou quando nela estiver

Saramago

 

 

Quero encontrar a ilha desconhecida

quero saber quem sou quando nela estiver

José Saramago


publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 27 de Janeiro de 2016

Humor no Facebook - Se queres ter uma relação saudável, apaixona-te por uma alface

Saudável

 

 

Se queres ter uma relação saudável, apaixona-te por uma alface


publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito
|

Frases do Facebook - o único mal são as convenções e as ficções sociais que se sobrepõem às realidades naturais

Mal

 

 

o mal verdadeiro, o único mal são as convenções e as ficções sociais que se sobrepõem às realidades naturais


publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
|

Ricardo Reis no Facebook - Segue o teu destino

Destino

 

 

Segue o teu destino, 
Rega as tuas plantas, 
Ama as tuas rosas. 
O resto é a sombra 
De árvores alheias. 

A realidade 
Sempre é mais ou menos 
Do que nos queremos. 
Só nós somos sempre 
Iguais a nós-proprios. 

Suave é viver só. 
Grande e nobre é sempre 
Viver simplesmente. 
Deixa a dor nas aras 
Como ex-voto aos deuses. 

Vê de longe a vida. 
Nunca a interrogues. 
Ela nada pode 
Dizer-te. A resposta 
Está além dos deuses. 

Mas serenamente 
Imita o Olimpo 
No teu coração. 
Os deuses são deuses 
Porque não se pensam. 

Ricardo Reis, in "Odes" 
Heterónimo de Fernando Pessoa


publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito
|

Jorge Sena - Nha Tofé

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 


publicado por olhar para o mundo às 10:13
link do post | comentar | favorito
|

ESSE ESTACIONAMENTO NÃO É SEU - CARTA ABERTA A MARCELO

deficientesmarcelo.png

 

 

ESSE ESTACIONAMENTO NÃO É SEU
CARTA ABERTA A MARCELO

Exmo Professor Marcelo Rebelo de Sousa,

Antes de mais, damos-lhe os parabéns pelo extraordinário momento que vive na sua vida. Foi eleito Presidente da República Portuguesa. Será, a partir de dia 9 de Março, a cara, a voz e o punho de um povo com cerca de 900 anos de história. Deve estar radiante e não é para menos. Nós, não estamos nada radiantes, e não é para menos também.

Apesar de ser professor catedrático há mais de 20 anos, hoje vemo-nos obrigados a dar-lhe uma aula subordinada ao tema “cidadania e civismo”. Só o fazemos porque no primeiro dia após a sua eleição, mostrou uma forte carência de conhecimentos nesse domínio. Grave para qualquer cidadão. Inqualificável para um futuro Presidente da República.

Entenda, por favor, que existem pessoas que por acidente ou doença se encontram fortemente limitadas na sua mobilidade. Devido ao reconhecimento dessa mesma realidade, foram criadas leis (veja bem como isto não deveria ser novidade para si) para atenuar as dificuldades e desvantagens que estas pessoas sentem diariamente. Agora tire apontamentos, é importante, sairá na frequência: segundo o art. 50º do Código da Estrada relativo à proibição de estacionamento, o Professor terá de pagar uma coima de 60 a 300 euros. É proibido estacionar sem dístico nos lugares reservados para pessoas com mobilidade reduzida. E mais (não pouse já a caneta): o art. 82º do código da estrada prevê relativamente à ausência de utilização de dispositivos de segurança uma coima de 120 a 600. Pois é, até chegar ao estacionamento reservado, conduziu sem cinto.

Hoje, ficamos por aqui. Já falamos de questões importantíssimas! Como trabalho de casa fica a exigência do pagamento das devidas multas, sendo que não dispensamos ainda um pedido de desculpas a todos os portugueses, em particular àqueles que vivem com diversidade funcional. Acreditamos que tenho sido um mau dia. Ainda temos esperança de um dia lhe dar uma nota excelente.

Os (d)Eficientes Indignados

 

Retirado do Facebook


publicado por olhar para o mundo às 09:13
link do post | comentar | favorito
|

Frases do Facebook - Nunca chores por alguém que te magoou

Chorar

 

 

Nunca chores por alguém que te magoou, sorrie apenas e agradece a oportunidade para encontrares alguém melhor


publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 26 de Janeiro de 2016

Frases do Facebook - Não erramos quando damos muito de nós

Errar

 

Não erramos quando damos muito de nós, erramos quando esperamos reconhecimento de alguém que não sabe valorizar a sinceridade que lhe damos

Desconhecido


publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito
|

Ale Brux no Facebook - Nunca desperdice uma oportunidade de abraçar, beijar, acariciar, e amar. Ninguém é eterno!

Beijar

 

 

Nunca desperdice uma oportunidade de abraçar, beijar, acariciar, e amar. Ninguém é eterno!

Ale Brux


publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
|

Frases do Facebook - Erros podem ser perdoados, atitudes podem ser repensadas, mas algumas palavras nunca poderão ser esquecidas

Erros

 

 

Erros podem ser perdoados, atitudes podem ser repensadas, mas algumas palavras nunca poderão ser esquecidas


publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito
|

Jorge Sena - 'Sabura di Djarfogo'

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 


publicado por olhar para o mundo às 10:13
link do post | comentar | favorito
|

Rafael Chirbes - A Solidão é Pior do que a Pobreza

Rafael Chirbes.jpg

A Solidão é Pior do que a Pobreza

Ris-te do que te digo, mas quando chegar a tua hora, verás a falta que te vai fazer um apoio e o muito que precisamos de carinho para ir vivendo, à medida que os anos passam. Alguém que esteja ao teu lado, que te pegue na mão nos teus últimos instantes (que mais podemos fazer a um moribundo?). E quando os ouves falar assim, angustias-te, imaginas-te sem conseguires levantar-te da cama, agarrado às costas das cadeiras para te moveres dentro de casa, apoiando-te às paredes para alcançares a casa de banho, ensopado num rançoso suor senil; ou morrendo asfixiado, engasgado com qualquer coisa, com um pedaço de cartilagem de vaca mal mastigado, um simples gole de água, uma migalha de pão, um desses comprimidos que tomas para a hipertensão, para facilitar o fluxo sanguíneo, para o colesterol, para a hiperglicemia; vês-te afogado na tua própria saliva: tosses, sufocas, sem ninguém por perto que te dê uma palmada nas costas, ou te meta os dedos na boca para te ajudar a expelir o que tens atravessado na garganta, alguém que chame o 112 ou te meta num carro e te leve a toda a velocidade para o hospital ou o centro de saúde mais próximo. A solidão, Liliana. As pessoas acham que é o pior. Não sei que te diga. É possível que o seja, porque, ao fim e ao cabo, a solidão — como a nudez, a desnutrição, o calor ou o frio — é só uma manifestação do verdadeiro mal, um mal esmagador, assombroso, que qualquer pessoa com dois dedos de testa deve evitar por todos os meios, e que não é senão a pobreza, sim, Liliana, é esse o único verdadeiro mal desde que o mundo é mundo, como muito bem sabes.

Rafael Chirbes, in "Na Margem"
 
retirado de Citador

publicado por olhar para o mundo às 09:13
link do post | comentar | favorito
|

Frases do Facebook - enquanto a minha consciência estiver limpa, o pensamento alheio não me interessa

consciência

 

 enquanto a minha consciência estiver limpa, o pensamento alheio não me interessa


publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito
|

Direitos de Autor


Todas as imagens que estão no blog foram retiradas do Facebook, muitas delas não tem referência ao autor ou à sua origem, se porventura acha que tem direitos sobre alguma e o conseguir provar, por favor avise-me que será retirada de imediato.

.mais sobre mim

.pesquisar

 










Direitos de Autor


Todas as imagens que estão no blog foram retiradas do Facebook, muitas delas não tem referência ao autor ou à sua origem, se porventura acha que tem direitos sobre alguma e o conseguir provar, por favor avise-me que será retirada de imediato

.posts recentes

. O blog mudou de casa

. Gregory Porter - Smile

. Luis Fonsi, Demi Lovato -...

. Frases do Facebook - às v...

. Frases do Facebook - Nunc...

. Frases do Facebook - Resp...

. Frases de Albert Einstein...

. Frases do Facebook - Há p...

. Frases do Facebook - Seja...

. Recados do Facebook - Por...

.mais comentados

.últ. comentários

Ola Jorge,Muito grata por sua pronta resposta e po...
OláJá corrigi o post e atribuí o nome correcto na ...
Olá, quero deixar registrado aqui que esta frase d...
Um grande politico.Uma grande perda para Portugal.
Verdade Universal.
É como eu tenho dito e inclusive escrito sobre ist...
Perdi meu marido há quanto meses.ainda tenho tudo ...
Muitíssimo bom!
Como eu entendo. A minha bisavó tinha 103.chorei e...
Que bem escreve!Como consegue transmitir tão bem o...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

.tags

. imagem

. facebook

. frases

. pensamentos

. vídeo

. música

. lyrics

. letra

. vida

. textos

. amor

. humor

. anedota

. piada

. pessoas

. mulher

. imagens do facebook

. cartoon

. felicidade

. amar

. coração

. homem

. miguel esteves cardoso

. viver

. tempo

. mia couto

. mulheres

. imagens

. poesia

. mundo

. ser feliz

. crianças

. política

. fernando pessoa

. educação

. filhos

. poema

. sonhos

. aprender

. criança

. mãe

. animais

. palavras

. pensar

. liberdade

. medo

. natal

. respeito

. silêncio

. caminho

. amigos

. pensamento

. paz

. portugal

. dinheiro

. ser

. alma

. clarice lispector

. dor

. sorrir

. josé saramago

. mafalda

. mudar

. coragem

. passado

. recados

. amizade

. desistir

. escolhas

. beleza

. morte

. ricardo araújo pereira

. falar

. fazer

. feliz

. homens

. país

. pais

. coisas

. cultura

. povo

. religião

. sabedoria

. sentimentos

. verdade

. educar

. livros

. sorriso

. chuva

. ensinar

. problemas

. saudade

. acreditar

. olhar

. osho

. pessoa

. sentir

. abraço

. adopção

. chorar

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds