Terça-feira, 2 de Maio de 2017

Frases de Augusto Cury no Facebook - Quando uma pessoa pensa em suicídio, ela quer matar a dor, mas nunca a vida

suicidio2.jpg

 

 Quando uma pessoa pensa em suicídio, ela quer matar a dor, mas nunca a vida

Augusto Cury 

 


publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 29 de Abril de 2017

Frases Augusto Cury no Facebook - Quando uma pessoa pensa em suicídio, ela quer matar a dor, mas nunca a vida

suicidio2.jpg

 

Quando uma pessoa pensa em suicídio, ela quer matar a dor, mas nunca a vida

Augusto Cury 

 


publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 4 de Março de 2017

Frases de Simone de Beauvoir no Facebook - A inércia é que é o sinónimo de morte, a lei da vida é mudar

inercia.png

 

A inércia é que é o sinónimo de morte, a lei da vida é mudar

 

Simone de Beauvoir

 


publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2017

Frases de Steve Jobs no Facebook - Lembrar que estarei morto em breve é a ferramenta mais importante que já encontrei

steve jobs2.jpg

 

 

Lembrar que estarei morto em breve é a ferramenta mais importante que já encontrei para me ajudar a tomar grandes decisões. Porque quase tudo - expectativas externas, orgulho, medo de passar vergonha ou falhar - caem diante da morte, deixando apenas o que é apenas importante. Não há razão para não seguir o seu coração.

Lembrar que você vai morrer é a melhor maneira que eu conheço para evitar a armadilha de pensar que você tem algo a perder. Você já está nu. Não há razão para não seguir seu coração.

Steve Jobs

 


publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 14 de Outubro de 2016

Dia mundial contra a pena de morte

penademorte.png

 

 

10 de Outubro

Dia mundial contra a pena de morte

Ajudem a salvar vidas

 


publicado por olhar para o mundo às 23:13
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 13 de Setembro de 2016

Frases do Facebook - A maior perda da vida é o que morre dentro de nós enquanto vivemos

morte.jpg

 

A  morte não é a maior perda da vida

A maior perda da vida é o que morre dentro de nós enquanto vivemos

 


publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 11 de Agosto de 2016

A Morte que Trazemos no Coração - José Luís Nunes Martins

 

A Morte que Trazemos no Coração

 

É no coração que morremos. É aí que a morte habita.

Nem sempre nos damos conta que a carregamos connosco, mas, desde que somos vida, ela segue-nos de perto. Enquanto não somos tomados pela nossa, vamos assistindo e sentindo, em ritmo crescente ao longo da vida, às mortes de quem nos é querido. A morte de um amigo é como uma amputação: perdemos uma parte de nós; uma fonte de amor; alguém que dava sentido à nossa existência... porque despertava o amor em nós.

Mas não há sabedoria alguma, cultura ou religião, que não parta do princípio de que a realidade é composta por dois mundos: um, a que temos acesso direto e, outro, que não passa pelos sentidos, a ele se chega através do coração. Contudo, o visível e o invisível misturam-se de forma misteriosa, ao ponto de se confundirem e, como alguns chegam a compreender, não serem já dois mundos, mas um só.


Só as pessoas que amamos morrem. Só a sua morte é absoluta separação. Os estranhos, com vidas com as quais não nos cruzamos, não morrem, porque, para nós, de facto, não chegam sequer a ser.

Só as pessoas que amamos não morrem. O Amor é mais forte do que a morte. O sofrimento que se sente é a prova de uma união que subsiste, agora com uma outra forma, composta apenas de... Amor. Dói, muito. Mas com a ajuda dos que partem acabamos por sentir que, afinal, não fomos separados para sempre...

O Amor faz com que a nossa vida continue a ter sentido. A partida dos que foram antes de nós ensina-nos a viver melhor, de forma mais séria, mais profunda, de uma forma, inequivocamente, mais autêntica.

Devemos cuidar de todos os que amamos. Aos que partiram, porém, aquilo que lhes podemos dar é o amor àqueles que ficaram cá. Porque estes continuam a precisar de nós, do melhor de nós... e é sempre uma iniquidade quando um amor por quem partiu mata, em alguém, o amor por aqueles que ainda cá estão.

A morte ensina-nos que o Amor é perdoar mais do que vingar; consolar mais do que ser consolado; partilhar mais do que acumular; compreender mais do que julgar; dar, darmo-nos, oferecer o melhor de nós, mais do que termos o que sonhámos.

Não é difícil compreender que os nossos sentimentos e gestos são determinantes, não só para a nossa felicidade neste mundo, como também para a da outra vida, de que esta faz parte. Repousa em nós, calma e firme, a certeza de que a vida não se mede pela quantidade dos dias... mas pelo amor de que se foi autor e herói.

... chorar a morte de um amigo é a prova de que a sua vida, aqui, teve valor e sentido. É o mesmo amor que nos deu alegria à vida que nos faz, agora, chorar... não desapareceu, está vivo. Habita-nos o coração.

Ficam as lágrimas choradas no silêncio do fundo de nós. Fica o silêncio onde se ama.

Fica a esperança, que é certeza, de que todo o carinho e ternura que ficaram por dar não se perderam... adiaram-se apenas.

Afinal, a mesma morte que leva os que amamos, também nos levará a nós... será pois uma simples questão de tempo até que possamos abraçar e beijar aqueles a quem, agora, disso a morte nos impede.

No fundo do nosso coração, bem mais fundo do que a morte em nós, está Deus.

A Deus peço a confiança na eternidade do Amor; a Deus peço que ajude os que neste momento sofrem a dor do espinho que a morte crava; a Deus peço que me continue a ensinar e a ajudar a Amar com todas as forças de que sou capaz. A-Deus.

José Luís Nunes Martins, in 'Filosofias - 79 Reflexões'


publicado por olhar para o mundo às 09:13
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 15 de Julho de 2016

Pray For Nice

prayfornice.jpg

 

Pray For Nice

 


publicado por olhar para o mundo às 10:13
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 8 de Junho de 2016

Santo Agostinho no Facebook - A morte não é nada.

Morte

 

A morte não é nada. 
Eu somente passei 
para o outro lado do Caminho.

Eu sou eu, vocês são vocês.
O que eu era para vocês, 
eu continuarei sendo.

Me dêem o nome 
que vocês sempre me deram, 
falem comigo 
como vocês sempre fizeram.

Vocês continuam vivendo 
no mundo das criaturas, 
eu estou vivendo 
no mundo do Criador.

Não utilizem um tom solene 
ou triste, continuem a rir 
daquilo que nos fazia rir juntos.

Rezem, sorriam, pensem em mim.
Rezem por mim.

Que meu nome seja pronunciado
como sempre foi, 
sem ênfase de nenhum tipo.
Sem nenhum traço de sombra
ou tristeza.

A vida significa tudo 
o que ela sempre significou, 
o fio não foi cortado.
Porque eu estaria fora 
de seus pensamentos,
agora que estou apenas fora 
de suas vistas?

Eu não estou longe, 
apenas estou 
do outro lado do Caminho...

Você que aí ficou, siga em frente,
a vida continua, linda e bela
como sempre foi.

 

Santo Agostinho


publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 4 de Junho de 2016

Frases do Facebook - cada vez que lês um livro uma árvore sorri ao ver que sim, há vida após a morte

livro

 

cada vez que lês um livro uma árvore sorri ao ver que sim, há vida após a morte


publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 14 de Março de 2016

Niclolau Breyner - O país vai mais triste senhor contente

nicolau.jpg

 

O país vai mais triste senhor contente

Niclolau Breyner

1940 - 2016

 


publicado por olhar para o mundo às 19:13
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 22 de Fevereiro de 2016

Hans Christian Andersen no Facebook - Aproveita a vida, tens muito tempo para estar morto

Vida

 

 

 Aproveita a vida, tens muito tempo para estar morto

Disfruta de la vida, hay mucho tiempo para estar muerto

Hans Christian Andersen


publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 11 de Janeiro de 2016

Frases do Facebook - Se a morte é o único certo na vida, que não seja por pensar diferente

SOS Venezuela

 

 

Se a morte é o único certo na vida, que não seja por pensar diferente

 

Si la muerte es lo único cierto en la vida, que no sea por pensar diferente


publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 2 de Janeiro de 2016

Frases do Facebook - Quem diria que por pensar diferente morreria tanta gente

SOS Venezuela

  

Quem diria que por pensar diferente morreria tanta gente

 

Quien diria que por pensar diferente moriría tanta gente


publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 19 de Dezembro de 2015

Frases do Facebook - Quem luta está sujeito à morte, que não luta já está morto

Luta

 

Quem luta está sujeito à morte, que não luta já está morto


publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 30 de Novembro de 2015

Vinicius de Moraes no Facebook - Quem pagará o enterro e as flores se eu morrer de amores?

Vinicius

 

Quem pagará o enterro e as flores se eu morrer de amores?

 

Vinicius de Moraes


publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 27 de Novembro de 2015

José Luís Nunes Martins - O Medo do Fim

 

O Medo do Fim

Alguns pensam que a felicidade é a ausência de sofrimento... mas, na verdade, está errada essa ideia. A felicidade e o sofrimento são ambos pilares fundamentais da existência. Sem sofrimento a nossa humanidade não seria provada e os nossos dias não teriam valor. Assim também a felicidade, sendo a alegria mais profunda, é o que dá sentido a todas as noites... não são realidades que se possam medir, mas não deixam de ser algo tão concreto como as nossas duas mãos, que sempre trabalham em conjunto, sabendo cada uma o seu papel e o seu valor.

Evitar a dor não nos torna mais fortes.

Tememos as perdas. Tememos a morte. Talvez porque o nada é um abismo que assusta todos quantos têm uma vida com valor. Porque somos impelidos a defender o significado do que erguemos aqui. Não se quer aceitar que tudo quanto se construiu, durante uma vida, seja suprimido sem deixar rasto. Quantas vezes não é o momento do fim que se teme, mas antes o que se pode fazer até lá?  

Caminhar rumo ao desconhecido é uma prova de coragem e de fé diante das evidências deste mundo. Os olhos não querem ver nem as pernas caminhar, mas o caminho faz-se pela ousadia de acreditar e esperar ainda mais, ainda melhor.

Também há quem tema o fim por não saber lidar com momentos de balanço sérios às suas decisões e gestos, à forma como conduz a sua vida, àquilo que, afinal, escolheu ser... apesar de tudo. Nestas alturas de julgar as obras, neste tempo de verdade, há edificações interiores que se revelam... fragilidades e podridões que se manifestam, e que tememos que sejam... determinantes.

Há quem julgue que a profundidade da vida é coisa de histórias infantis... e oriente a sua existência rumo à superficialidade do ter: ao dinheiro, poder, títulos, casas, carros, festas, prazeres imediatos... Anulam-se. Desprezam-se, desprezando os outros, ignoram a possibilidade concreta de serem felizes, lá desde o fundo do seu bom coração de criança.

No final, o que importa mesmo é que tenhamos tido a força de fazer chegar aos outros o sorriso único que cada um traz no fundo de si... A essência. A alma. O amor. Quem não se ensinou a si próprio a viver assim, não estará preparado para viver depois do fim...

Só podemos compreender a plenitude da nossa identidade num horizonte de eternidade, na esperança da existência de um céu muito concreto. Um céu de que este mundo faz parte. Um céu que está próximo. Que se pode tocar aqui mesmo. Que se revela em cada gesto de sofrimento... e de amor.

Há que viver a certeza da esperança de que por detrás do que vemos não existe um nada, mas algo de muito bom. Não há esperança firme na vida enquanto não se a estender ao que está para além do que podemos conhecer aqui. Se nos reduzimos ao que somos nesta vida, então não somos nada. Esta vida é demasiado breve e limitada. Talvez a terra só exista para manifestar o céu.

O mistério da vida revela-se a cada momento. A eternidade está toda aqui e agora. Morremos a cada dia, mas também amamos e, por isso, todos os dias criamos algo de novo que não morrerá nunca.

O amor é a prova absoluta da eternidade. Não pode ser destruído, muito menos num instante só. Quem ama, sabe que vive... para sempre.

José Luís Nunes Martins, in 'Amor, Silêncios e Tempestades'

 
Retirado de Citador

publicado por olhar para o mundo às 09:13
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Novembro de 2015

José Luís Nunes Martins - A Morte que Trazemos no Coração

 

A Morte que Trazemos no Coração

É no coração que morremos. É aí que a morte habita.

Nem sempre nos damos conta que a carregamos connosco, mas, desde que somos vida, ela segue-nos de perto. Enquanto não somos tomados pela nossa, vamos assistindo e sentindo, em ritmo crescente ao longo da vida, às mortes de quem nos é querido. A morte de um amigo é como uma amputação: perdemos uma parte de nós; uma fonte de amor; alguém que dava sentido à nossa existência... porque despertava o amor em nós.

Mas não há sabedoria alguma, cultura ou religião, que não parta do princípio de que a realidade é composta por dois mundos: um, a que temos acesso direto e, outro, que não passa pelos sentidos, a ele se chega através do coração. Contudo, o visível e o invisível misturam-se de forma misteriosa, ao ponto de se confundirem e, como alguns chegam a compreender, não serem já dois mundos, mas um só.

Só as pessoas que amamos morrem. Só a sua morte é absoluta separação. Os estranhos, com vidas com as quais não nos cruzamos, não morrem, porque, para nós, de facto, não chegam sequer a ser.

Só as pessoas que amamos não morrem. O Amor é mais forte do que a morte. O sofrimento que se sente é a prova de uma união que subsiste, agora com uma outra forma, composta apenas de... Amor. Dói, muito. Mas com a ajuda dos que partem acabamos por sentir que, afinal, não fomos separados para sempre...

O Amor faz com que a nossa vida continue a ter sentido. A partida dos que foram antes de nós ensina-nos a viver melhor, de forma mais séria, mais profunda, de uma forma, inequivocamente, mais autêntica.

Devemos cuidar de todos os que amamos. Aos que partiram, porém, aquilo que lhes podemos dar é o amor àqueles que ficaram cá. Porque estes continuam a precisar de nós, do melhor de nós... e é sempre uma iniquidade quando um amor por quem partiu mata, em alguém, o amor por aqueles que ainda cá estão.

A morte ensina-nos que o Amor é perdoar mais do que vingar; consolar mais do que ser consolado; partilhar mais do que acumular; compreender mais do que julgar; dar, darmo-nos, oferecer o melhor de nós, mais do que termos o que sonhámos.

Não é difícil compreender que os nossos sentimentos e gestos são determinantes, não só para a nossa felicidade neste mundo, como também para a da outra vida, de que esta faz parte. Repousa em nós, calma e firme, a certeza de que a vida não se mede pela quantidade dos dias... mas pelo amor de que se foi autor e herói.

... chorar a morte de um amigo é a prova de que a sua vida, aqui, teve valor e sentido. É o mesmo amor que nos deu alegria à vida que nos faz, agora, chorar... não desapareceu, está vivo. Habita-nos o coração.

Ficam as lágrimas choradas no silêncio do fundo de nós. Fica o silêncio onde se ama.

Fica a esperança, que é certeza, de que todo o carinho e ternura que ficaram por dar não se perderam... adiaram-se apenas.

Afinal, a mesma morte que leva os que amamos, também nos levará a nós... será pois uma simples questão de tempo até que possamos abraçar e beijar aqueles a quem, agora, disso a morte nos impede.

No fundo do nosso coração, bem mais fundo do que a morte em nós, está Deus.

A Deus peço a confiança na eternidade do Amor; a Deus peço que ajude os que neste momento sofrem a dor do espinho que a morte crava; a Deus peço que me continue a ensinar e a ajudar a Amar com todas as forças de que sou capaz. A-Deus.

José Luís Nunes Martins, in 'Filosofias - 79 Reflexões'
 
Retirado de Citador

publicado por olhar para o mundo às 09:13
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 1 de Novembro de 2015

Frases do Facebook - A morte tem tanta certeza de que te apanha, que te dá toda uma vida de avanço

morte2.jpg

 

A morte tem tanta certeza de que te apanha, que te dá toda uma vida de avanço

La muerte está tan segura de alanzarte, que te da toda una vida de ventaja

 


publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 12 de Outubro de 2015

Máximo Gorky no Facebook - A única coisa que transcende a existência do ser humano é a sua obra

Eusébio

 

 

A única coisa que transcende a existência do ser humano é a sua obra

Máximo Gorky


publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 10 de Agosto de 2015

Pablo Neruda no Facebook - Se nada nos salva da morte, ao menos que o amor nos salve da vida

neruda.jpg

 

Se nada nos salva da morte, ao menos que o amor nos salve da vida

Si nada nos salva de la muerte, al menos que ele amor nos salve de la vida

 


publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 30 de Julho de 2015

Frases do Facebook - Quando a morte conta uma história é tempo de parar para ler

Morte

 

Quando a morte conta uma história é tempo de parar para ler


publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 26 de Junho de 2015

Há quem dê a vida pelo nosso país, obrigado bombeiros de Portugal

Obrigado aos bombeiros

 

Há quem dê a vida pelo nosso país


publicado por olhar para o mundo às 18:13
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 23 de Junho de 2015

Pablo Picasso no Facebook - A morte não é a maior perda da vida, a maior perda da vida é o que morre dentro de nós enquanto vivemos.

Morte

 

a morte não é a maior perda da vida

a maior perdida da vida é o que morre dentro de nós enquanto vivemos

Pablo Picasso


publicado por olhar para o mundo às 10:13
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 20 de Junho de 2015

Humor no Facebook - advogado persistente é assim

Advogado

 

advogado persistente é assim: disseram que morri, mas vou recorrer


publicado por olhar para o mundo às 00:13
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 4 de Junho de 2015

Chico Xavier no Facebook - aqueles que amamos não morrem jamais. apenas partem antes de nós

Chico xavier

 

aqueles que amamos não morrem jamais. apenas partem antes de nós

Chico Xavier


publicado por olhar para o mundo às 22:13
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 30 de Maio de 2015

31 de Maio dia mundial contra o tabaco - Linha de vida de um fumador

A linha d evida de um fumador

 

31 de Maio dia mundial contra o tabaco

por favor largue este vício


publicado por olhar para o mundo às 10:13
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Maio de 2015

Pablo Picasso no Facebook - A morte não é a maior perda da vida, a maior perda da vida é o que morre dentro de nós enquanto vivemos.

Picasso vida

 

A morte não é a maior perda da vida, a maior perda da vida é o que morre dentro de nós enquanto vivemos.

 

Pablo Picasso


publicado por olhar para o mundo às 22:13
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Abril de 2015

Javier Velaza no Facebook - Se nada nos salva da morte, pelo menos que o amor nos salve a vida

PabloNeruda, Nada nos salva da morte

 

Se nada nos salva da morte, pelo menos que o amor nos salve a vida

 

O meu muito obrigado a Cristina Almeida que me alertou para o facto da frase não ser do Pablo Neruda

 

Autor: Javier Velaza


Del libro Los arrancados

 

No es inútil amarse,
finalmente.
Lo mismo que amaestrar serpientes, nos exige
técnica refinada y perder la vergüenza
de actuar frente al mundo en taparrabos.
Y unos nervios de acero.
Pero amar es oficio
saludable también: su liturgia apacigua
el ocio que enajena -como supo Catulo-
y perdió a las ciudades más felices.
Bajo la cuerda floja dispone -no pidáis
una red, porque tal no es posible- otra cuerda,
tan floja, pero última
tan inútil a veces,
bajo la cual no hay nada.
Y entreabre
ventanas que te oreen la cólera y exhiban
a tu noche otras noches diferentes, y así
sólo el amor nos salva a fin de cuentas
del peligro peor que se conoce:
ser sólo -y nada más- nosotros mismos.
Por eso,
ahora que está ya dicho todo y tengo
un sitio en el país de la blasfemia,
ahora que este dolor de hacer palabra
con el propio dolor
traspasa los umbrales
del miedo,
necesito de tu amor como analgésico;
que vengas con tus besos de morfina a sedarme,
y rodees mi talle con tus brazos
haciendo un salvavidas, para impedir que me hunda
la plomada letal de la tristeza;
que me pongas vestidos de esperanza -ya casi
no recordaba una palabra así-,
aunque me queden grandes como a un niño
la camisa más grande de su padre;
que administres mi olvido y el don de la inconsciencia;
que me albergues de mí -mi enemigo peor
y más tenaz-, que me hagas un socaire,
aunque sea mentira
-porque todos es mentira
y la tuya es piadosa-;
que me tapes los ojos
y digas ya pasó, ya pasó, ya pasó
-aunque nada se pase, porque nada se pasa-,
ya pasó,
ya pasó,
ya pasó,
ya pasó.
Y si nada nos libra de la muerte,
al menos que el amor nos salve de la vida.


publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 11 de Março de 2015

Petição Pública - Justiça pela morte do Simba

simba.png

 

 

Se acha que deve ser feita justiça.

Assine: http://peticaopublica.com/?pi=PT76386

“Mataram o meu melhor amigo”

 

 

 


publicado por olhar para o mundo às 19:52
link do post | comentar | favorito
|

Direitos de Autor


Todas as imagens que estão no blog foram retiradas do Facebook, muitas delas não tem referência ao autor ou à sua origem, se porventura acha que tem direitos sobre alguma e o conseguir provar, por favor avise-me que será retirada de imediato.

.mais sobre mim

.pesquisar

 










Direitos de Autor


Todas as imagens que estão no blog foram retiradas do Facebook, muitas delas não tem referência ao autor ou à sua origem, se porventura acha que tem direitos sobre alguma e o conseguir provar, por favor avise-me que será retirada de imediato

.posts recentes

. Frases de Augusto Cury no...

. Frases Augusto Cury no Fa...

. Frases de Simone de Beauv...

. Frases de Steve Jobs no F...

. Dia mundial contra a pena...

. Frases do Facebook - A ma...

. A Morte que Trazemos no C...

. Pray For Nice

. Santo Agostinho no Facebo...

. Frases do Facebook - cada...

.últ. comentários

Impossível esquecer pelo menos no meu coração
Esse texto é de autoria de Haredita Angel.
Verdade ,que muitas custa muito a aceitar e compre...
É único na forma simples como escreve sentimentos ...
E diz você que o tonto é o MEC... Caso para dizer:...
A amizade é tudo o que há de mais belo... pode se...
Só pode escrever assim quem já se deu o tempo de s...
Muito bem dito. .como de costume. Parabéns e obrig...
Completamente de acordo. Sentimentos não se esquec...
Belo texto, pois dá que pensar. Ninguém escapa a i...

.tags

. imagem

. facebook

. frases

. pensamentos

. vídeo

. música

. lyrics

. letra

. vida

. textos

. amor

. humor

. anedota

. piada

. pessoas

. mulher

. imagens do facebook

. cartoon

. felicidade

. amar

. miguel esteves cardoso

. coração

. homem

. imagens

. mulheres

. tempo

. viver

. poesia

. crianças

. política

. mundo

. fernando pessoa

. mia couto

. educação

. poema

. ser feliz

. filhos

. sonhos

. criança

. aprender

. natal

. mãe

. palavras

. liberdade

. pensar

. animais

. medo

. pensamento

. amigos

. portugal

. silêncio

. paz

. caminho

. respeito

. alma

. dinheiro

. mafalda

. clarice lispector

. josé saramago

. ser

. recados

. ricardo araújo pereira

. amizade

. coragem

. morte

. país

. sorrir

. dor

. homens

. mudar

. beleza

. fazer

. feliz

. passado

. povo

. religião

. sentimentos

. verdade

. escolhas

. pais

. coisas

. cultura

. desistir

. falar

. livros

. adopção

. dia dos namorados

. educar

. sabedoria

. chuva

. gente

. osho

. sexy

. sorriso

. augusto cury

. josé luís nunes martins

. pessoa

. saudade

. amigo

. carácter

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds