Sexta-feira, 4 de Agosto de 2017

Frases de Freud No facebook - A voz do inconsciente é subtil, mas não descansa até ser ouvida

voz3.jpg

 

A voz do inconsciente é subtil, mas não descansa até ser ouvida

Freud

 

 


publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 12 de Novembro de 2016

Frases de Freud no Facebook - Não me envergonho de mudar de ideias, porque não me envergonho de pensar

freud2.jpg

 

Não me envergonho de mudar de ideias, porque não me envergonho de pensar

Sigmund Freud


publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 18 de Agosto de 2016

Sigmund Freud - Carta de Amor

sigmund freud.jpg

 

Carta de Amor

 

Eu sabia que seria apenas depois de te teres ido embora que iria perceber a completa extensão da minha felicidade e, alas! o grau da minha perda também. Ainda não a consegui ultrapassar, e se não tivesse à minha frente aquela caixinha pequena com a tua doce fotografia, pensaria que tudo não teria passado de um sonho do qual não quereria acordar. Contudo os meus amigos dizem que é verdade, e eu próprio consigo-me lembrar de detalhes ainda mais charmosos, ainda mais misteriosamente encantadores do que qualquer fantasia sonhadora poderia criar. Tem que ser verdade. Martha é minha, a rapariga doce da qual todos falam com admiração, que apesar de toda a minha resistência cativou o meu coração logo no primeiro encontro, a rapariga que eu receava cortejar e que veio para mim com elevada confiança, que fortaleceu a minha confiança em mim próprio e me deu esperanças e energia para trabalhar, na altura que eu mais precisava.

Quando tu voltares, querida rapariga, já terei vencido a timidez e estranheza que até agora me inibiu perante a tua presença. Iremos sentar-nos de novo sozinhos naquele pequeno quarto agradável, vais-te sentar naquela poltrona castanha , eu estarei a teus pés no banquinho redondo, e falaremos do tempo em que não existirá diferença entre noite e dia, onde não existirão intrusos nem despedidas, nem preocupações que nos separem.

A tua amorosa fotografia. No início, quando eu tinha o original à minha frente não pensei nada sobre a mesma; mas agora, quanto mais olho para ela mais esta se assemelha ao objecto amado; espero que o rosto pálido se transforme na cor das nossas rosas, e que os braços delicados se desprendam da superfície e prendam a minha mão; mas a imagem preciosa não se move, parece apenas dizer: «Paciência! Paciência” Eu sou apenas um símbolo, uma sombra no papel; a tua amada irá voltar, e depois podes negligenciar-me de novo».

Eu gostaria imenso de colocar esta fotografia entre os deuses da minha casa que pairam acima da minha secretária, mas embora eu possa mostrar os rostos severos dos homens que reverencio, quero esconder a face delicada da minha amada só para mim. Vai continuar na tua pequena caixinha e eu não me atrevo a confessar a quantidade de vezes, nestas últimas vinte e quatro horas, que tranquei a minha porta para poder tirar a fotografia da caixa e refrescar a minha memória.

Carta de Sigmund Freud a Martha Bernays, 19 de Junho 1882 (excerto)


publicado por olhar para o mundo às 09:13
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Junho de 2016

Sigmund Freud no Facebook - um dia, quando olhares para trás, verás que os dias bons foram aqueles em que lutaste

freud

 

 

um dia, quando olhares para trás, verás que os dias bons foram aqueles em que lutaste

Sigmund Freud


publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 26 de Maio de 2016

Sigmund Freud no Facebook - Como fica forte uma pessoa quando tem a certeza de ser amada

amada.jpg

 

 

 

Como fica forte uma pessoa quando tem a certeza de ser amada

 

Sigmund Freud

 


publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 13 de Fevereiro de 2016

Sigmund Freud no Facebook - Como fica forte uma pessoa quando está segura de ser amada

amada.jpg

 

Como fica forte uma pessoa quando está segura de ser amada

Sigmund Freud

 


publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 1 de Dezembro de 2015

Sigmund Freud no Facebook - Somos feitos de carne, mas temos que viver como se fossemos de ferro

Freud

 

 

Somos feitos de carne, mas temos que viver como se fossemos de ferro

 

Sigmund Freud


publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 4 de Novembro de 2015

Sigmund Freud no Facebook - Existem momentos na vida em que as palavras perdem o sentido ou parecem inúteis

Freud

 

 

 

Existem momentos na vida da gente, em que as palavras perdem o sentido ou parecem inúteis e, por mais que a gente pense numa forma de empregá-las, elas parecem não servir. Então a gente não diz, apenas sente.

 

Sigmund Freud


publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 31 de Agosto de 2015

Sigmund Freud no Facebook - Não permito que nenhuma reflexão filosófica estrague a minha fruição das coisas simples da vida

freud.jpg

 

 

Não permito que nenhuma reflexão filosófica estrague a minha fruição das coisas simples da vida

Sigmund Freud

 


publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 27 de Julho de 2015

Sigmund Freud no Facebook - Um dia quando olhares para trás verás que os dias mais belos são aqueles em que lutaste

Os dias mais belos

 

Um dia quando olhares para trás verás que os dias mais belos são aqueles em que lutaste

 

Sigmund Freud


publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 27 de Junho de 2015

Sigmund Freud - Quando Chega uma Carta Tua

 

Quando Chega uma Carta Tua

Quando chega uma carta tua todas as divagações acabam, e acordo para a vida. Todos os problemas estranhos deixam de ter importância, os misteriosos quadros de doenças se desvanecem, e acabam-se as teorias vazias «de acordo com o estado presente da ciência», como elas são chamadas. Então o mundo fica tão acolhedor, tão alegre, tão fácil de compreender. A minha doce querida não é uma ilusão, ela não tem que ser comprovada por testes químicos; de facto ela pode ser observada a olho nú. Ainda bem que ela não tem nada a ver com doenças – e espero que continue – excepto por ter sido suficientemente imprudente para tomar um médico para amante. Oh Marty, é muito mais gratificante ser um ser humano em vez de um armazém de certas experiências monótonas. Mas ninguém se pode permitir a ser um ser humano por uma hora a não ser que tenha sido uma máquina ou um armazém por onze horas. E aqui chegámos, onde começámos.

Carta de Sigmund Freud a Martha Bernays, 9 de Outubro 1883 (excerto)

publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 5 de Junho de 2015

Sigmund Freud no Facebook - O homem é dono do que cala e escravo do que fala

Freud

 

"O homem é dono do que cala e escravo do que fala."
"Quando Pedro me fala sobre Paulo, sei mais de Pedro que de Paulo.

 

Freud


publicado por olhar para o mundo às 14:13
link do post | comentar | favorito
|
Segunda-feira, 25 de Maio de 2015

Sigmund Freud - Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais

Freud

 

Não somos apenas o que pensamos ser. Somos mais; somos também, o que lembramos e aquilo de que nos esquecemos; somos as palavras que trocamos, os enganos que cometemos, os impulsos a que cedemos..."sem querer"

 

Sigmund Freud


publicado por olhar para o mundo às 00:13
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 7 de Maio de 2015

Sigmund Freud - As Nossas Possibilidades de Felicidade

sigmundfreud.jpg

 

 

As Nossas Possibilidades de Felicidade

É simplesmente o princípio do prazer que traça o programa do objectivo da vida. Este princípio domina a operação do aparelho mental desde o princípio; não pode haver dúvida quanto à sua eficiência, e no entanto o seu programa está em conflito com o mundo inteiro, tanto com o macrocosmo como com o microcosmo. Não pode simplesmente ser executado porque toda a constituição das coisas está contra ele; poderíamos dizer que a intenção de que o homem fosse feliz não estava incluída no esquema da Criação. Aquilo a que se chama felicidade no seu sentido mais restrito vem da satisfação — frequentemente instantânea — de necessidades reprimidas que atingiram uma grande intensidade, e que pela sua natureza só podem ser uma experiência transitória. Quando uma condição desejada pelo princípio do prazer é protelada, tem como resultado uma sensação de consolo moderado; somos constituídos de tal forma que conseguirmos ter prazer intenso em contrastes, e muito menos nos próprios estados intensos. As nossas possibilidades de felicidade são assim limitadas desde o princípio pela nossa formação. É muito mais fácil ser infeliz.

 

O sofrimento tem três procedências: o nosso corpo, que está destinado à decadência e dissolução e nem sequer pode passar sem a ansiedade e a dor como sinais de perigo; o mundo externo, que se pode enfurecer contra nós com as mais poderosas e implacáveis forças de destruição; e, por fim, a relação com os outros homens. A infelicidade que esta última origina é talvez a mais dolorosa de todas; temos tendência para a considerar mais ou menos um suplemento gratuito, embora não possa ser uma fatalidade menos inevitável do que o sofrimento que provém das outras fontes.


Não é de admirar que, debaixo da pressão destas possibilidades de sofrimento, a humanidade esteja habituada a reduzir as suas exigências de felicidade, nem que o próprio princípio do prazer se modifique para um princípio da realidade mais acomodado sob a influência do ambiente externo. Se um homem se julga feliz, fugiu simplesmente à infelicidade ou a dificuldades. Em geral, a tarefa de evitar o sofrimento atira para segundo plano a de obter a felicidade.

 

A reflexão mostra que há várias formas de tentar cumprir esta tarefa; e todas estas formas foram recomendadas por várias escolas de sabedoria na arte da vida e posta em prática pelos homens. A satisfação desenfreada de todos os desejos impõe-se em primeiro plano como o mais atractivo princípio orientador da vida, mas implica preferir o gozo à prudência e penaliza-se depois de uma curta satisfação. Os outros métodos, nos quais o evitar do sofrimento é o principal motivo, distinguem-se segundo a fonte de sofrimento contra a qual estão dirigidos. Algumas destas medidas são extremas e outras moderadas, algumas são unilaterais e outras tratam vários aspectos do assunto ao mesmo tempo. A solidão voluntária, o isolamento dos outros, é a salvaguarda mais rápida contra a infelicidade que possa surgir das relações humanas. Sabemos o que isto significa: a felicidade encontrada neste caminho é a da paz. Podemos defender-nos contra o temido mundo externo, voltando-nos simplesmente para uma outra direcção, se a dificuldade tiver que ser resolvida sem ajuda. Há na realidade um outro caminho melhor: o de cooperar com o resto da comunidade humana e aceitar o ataque à natureza, forçando-a a obedecer à vontade humana. Trabalha-se então com todos para o bem de todos.

Sigmund Freud, in 'A Civilização e os Seus Descontentamentos'

 

Retirado de Citador


publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 15 de Março de 2015

Sigmund Freud no Facebook - Se dois indivíduos estão sempre de acordo em tudo, posso assegurar que um dos dois pensa por ambos.

Freud

 

Si dos individuos están siempre de acuerdo en todo, puedo asegurar que uno de los dos piensa por ambos

 

Se dois indivíduos estão sempre de acordo em tudo, posso assegurar que um dos dois pensa por ambos.

 

Sigmund Freud


publicado por olhar para o mundo às 18:13
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 5 de Fevereiro de 2015

Sigmund Freud no Facebook - ... certifique-se que não está rodeado por um bando de idiotas

Freud

 

Antes de ser diagnosticado com depressão ou baixa auto-estima, certifique-se que não está rodeado por um bando de idiotas

 

Sigmund Freud


publicado por olhar para o mundo às 14:13
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 28 de Janeiro de 2015

Sigmund Freud no Facebook -Existem momentos na nossa vida em que as palavras perdem o sentido ou pareçem inuteis

Momentos 

 

Existem momentos na nossa vida em que as palavras perdem o sentido ou pareçem inuteis e por mais que pensemos numa forma de as empregar, elas parecem não servir, nesse momento dizemos apenas o que sentimos.

 

Sigmund Freud


publicado por olhar para o mundo às 14:13
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 18 de Janeiro de 2015

Sigmund Freud no Facebook - A ciência moderna ainda não produziu um medicamento tão eficaz como boas palavras

 

A Ciência moderna ainda não produziu um medicamento traquilizador tão eficaz como o são umas poucas boas palavras

Sigmund Freud

 


publicado por olhar para o mundo às 12:35
link do post | comentar | favorito
|

Direitos de Autor


Todas as imagens que estão no blog foram retiradas do Facebook, muitas delas não tem referência ao autor ou à sua origem, se porventura acha que tem direitos sobre alguma e o conseguir provar, por favor avise-me que será retirada de imediato.

.mais sobre mim

.pesquisar

 










Direitos de Autor


Todas as imagens que estão no blog foram retiradas do Facebook, muitas delas não tem referência ao autor ou à sua origem, se porventura acha que tem direitos sobre alguma e o conseguir provar, por favor avise-me que será retirada de imediato

.posts recentes

. Frases de Freud No facebo...

. Frases de Freud no Facebo...

. Sigmund Freud - Carta de ...

. Sigmund Freud no Facebook...

. Sigmund Freud no Facebook...

. Sigmund Freud no Facebook...

. Sigmund Freud no Facebook...

. Sigmund Freud no Facebook...

. Sigmund Freud no Facebook...

. Sigmund Freud no Facebook...

.últ. comentários

Ola Jorge,Muito grata por sua pronta resposta e po...
OláJá corrigi o post e atribuí o nome correcto na ...
Olá, quero deixar registrado aqui que esta frase d...
Um grande politico.Uma grande perda para Portugal.
Verdade Universal.
É como eu tenho dito e inclusive escrito sobre ist...
Perdi meu marido há quanto meses.ainda tenho tudo ...
Muitíssimo bom!
Como eu entendo. A minha bisavó tinha 103.chorei e...
Que bem escreve!Como consegue transmitir tão bem o...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

.tags

. imagem

. facebook

. frases

. pensamentos

. vídeo

. música

. lyrics

. letra

. vida

. textos

. amor

. humor

. anedota

. piada

. pessoas

. mulher

. imagens do facebook

. cartoon

. felicidade

. amar

. coração

. homem

. miguel esteves cardoso

. viver

. tempo

. mia couto

. mulheres

. imagens

. poesia

. mundo

. ser feliz

. crianças

. política

. fernando pessoa

. educação

. filhos

. poema

. sonhos

. aprender

. criança

. mãe

. animais

. palavras

. pensar

. liberdade

. medo

. natal

. respeito

. silêncio

. caminho

. amigos

. pensamento

. paz

. portugal

. dinheiro

. ser

. alma

. clarice lispector

. dor

. sorrir

. josé saramago

. mafalda

. mudar

. coragem

. passado

. recados

. amizade

. desistir

. escolhas

. beleza

. morte

. ricardo araújo pereira

. falar

. fazer

. feliz

. homens

. país

. pais

. coisas

. cultura

. povo

. religião

. sabedoria

. sentimentos

. verdade

. educar

. livros

. sorriso

. chuva

. ensinar

. problemas

. saudade

. acreditar

. olhar

. osho

. pessoa

. sentir

. abraço

. adopção

. chorar

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds