Sexta-feira, 4 de Setembro de 2015

Nancy Vieira - Triste Alegria

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 

publicado por olhar para o mundo às 10:13
link do post | comentar | favorito

Miguel Esteves Cardoso - O Peso Bruto da Irritação

 

O Peso Bruto da Irritação

Se fôssemos contabilizar as paixões desta vida, os ódios e os amores, os grandes sobressaltos, as comoções, os transtornos, os arrebatamentos e os arroubos, os momentos de terror e de esperança, os ataques de ansiedade e de ternura, a violência dos desejos, os acessos de saudade e as elevações religiosas e se as somássemos todas numa só sensação, não seria nada comparada com o peso bruto da irritação. Passamos mais tempo e gastamos mais coração a sermos irritados do que em qualquer outro estado de espírito.

Apaixonamo-nos uma vez na vida, odiamos duas, sofremos três, mas somos irritados pelo menos vinte vezes por dia. Mais que o divórcio, mais que o despedimento, mais que ser traído por um amigo, a irritação é a principal causa de «stress» — e logo de mortalidade — da nossa existência.

É a torneira que pinga e o colega que funga, a criança que bate com o garfinho no rebordo do prato, a empregada que se esquece sempre de comprar maionnaise, a namorada que não enche o tabuleiro de gelo, o namorado que se esquece de tapar a pasta dentrífica, a nossa própria incompetência ao tentar programar o vídeo, o homem que mete um conto de gasolina e pede para verificar a pressão dos pneus, a mania de pôr o pacotinho vazio de açúcar debaixo da chávena de café, a esferográfica de Mário Crespo... é por estas e por outras que as pessoas se suicidam. E têm toda a razão.

É nos engarrafamentos, na bicha do supermercado ou do multibanco, no cinema atrás do cabeçudo que não nos deixa ver, no autocarro cheio de gente, que somos diariamente irritados. Há-de reparar-se que as pessoas que mais nos irritam são as que estão à nossa frente. São estas as pessoas que demoram, que levam horas a tirar o porta-moedas para pagar o táxi, que insistem em passar um cheque para comprar um quilo de cebolas e uma embalagem de Super-Pop, que se mexem na cadeira e desembrulham rebuçados durante a cena mais dramática do filme, que têm um tempo de reacção ao semáforo verde de aproximadamente 360 segundos, que pagam as contas da água, da luz e do telefone ao Multibanco, que se esquecem de tomar banho antes de usar um transporte público e depois insistem em esfregar-se contra quem tomou.


Miguel Esteves Cardoso, in 'Último Volume'
 
Retirado de Citador
publicado por olhar para o mundo às 09:13
link do post | comentar | favorito

Frases do Facebook - distribua sorrisos por aí, com certeza alguém sorrirá também

Distribua sorrisos por aí

 

distribua sorrisos por aí, com certeza alguém sorrirá também

publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 3 de Setembro de 2015

Zack Magiezi no Facebook - Deixa a tua alma em tudo o que fizeres

alma.jpg

 

 

Deixa a tua alma em tudo o que fizeres para que quando chegar o dia da despedida final, a vida fale de ti com os olhos marejados de saudade

 

Zack Magiezi 

 

publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito

Humor no Facebook - O amor tem letra de médico, não percebo nada

O amor tem letra de médico, não percebo nada

 

O amor tem letra de médico, não percebo nada

publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito

Jeff Sparrow no Facebook - Tudo o que temíamos acerca do comunismo Converteu-se em realidade com o capitalismo

Capitalismo

 

Tudo o que temíamos acerca do comunismo - que perderíamos as nossas casas e as nossas poupanças e nos obrigariam a trabalhar eternamente por escassos salários e sem ter voz no sistema - Converteu-se em realidade com o capitalismo

 

Jeff Sparrow

publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito

Nancy Vieira - Na Oh Minino Na

 

Letra

 

Ná Ó Minino Ná (Eugénio Tavares)



 

Ó rosto doce di odju maguado
Es bo cudado botal pa traz
Nhor Dês ta danu bida di paz
Ó nha pecado di odju maguado

Ná, ó minino ná
Sombra rum fuji di li
Ná, ó minino ná
Dixa nha fidjo dormi

Sono di bida, sonho di amor
Ou graça ou dor, ês é nos sorti
Si Deus más logo mandanu morti
Quem qui tem medo ta morrê cedo

Toma nha ombro, encosta cabeça
Djan dabo pêto, ama ragaz
Ó esprito doce ca bo tem pressa
Deta co geto, durmi na paz

 

publicado por olhar para o mundo às 10:13
link do post | comentar | favorito

João Miguel Tavares - Que fizeste ao teu irmão?

Aqueles que morrem asfixiados em camiões ou afogados no Mediterrâneo — eis os verdadeiros pobres.

 

Na semana passada, junto ao quiosque onde costumo comprar os jornais, uma senhora de cabelos brancos, muito Avenida de Roma, comentava a questão dos refugiados. Colocada perante a possibilidade de Portugal vir a assumir um papel de maior relevo no seu acolhimento, e investir na construção de um centro para refugiados no Algarve, a senhora proclamou: "Espero que não seja junto ao sítio onde passo férias. Já por lá há tanta gente que nem consigo ir ao supermercado."

Isto foi dito poucos dias depois de 71 refugiados terem morrido sufocados dentro de um camião frigorífico no meio da Áustria. Aquela senhora é certamente encantadora para os seus netinhos e, quem sabe, para os seus animais domésticos. Infelizmente, quando colocada perante o terrível dilema de ter de escolher entre o aumento das filas do supermercado que frequenta durante 15 dias a cada Verão e o acolhimento de gente desconhecida fugida da guerra, ela opta pela pacatez do supermercado. Árabes, como se sabe, são todos fundamentalistas, e persas, só se forem gatos. É pena os refugiados sírios ou líbios não ladrarem ou miarem em vez de falarem línguas incompreensíveis, porque aí teriam um partido português a defendê-los e uma longa lista de abaixo-assinados prontos a reclamar pelos seus direitos. Se eu fosse refugiado e quisesse chamar a atenção, acho que ladrava em vez de falar, até porque o que não falta nas Avenidas Novas, onde toda esta cena se passou, são clínicas veterinárias impecáveis, algumas das quais abertas 24 horas por dia.

Digam-me: em que momento é que deixámos de nos preocupar? Em que momento é que nos tornámos indiferentes ao sofrimento de centenas de milhares de pessoas, muitas das quais mulheres e crianças que perderam tudo e que buscam salvação na Europa, ao mesmo tempo que pintamos com cores de tragédia planetária a sobretaxa do IRS ou os números do desemprego? Aqueles que morrem asfixiados em camiões ou afogados no Mediterrâneo — eis os verdadeiros pobres. Mas a nossa piedade em relação a eles é ínfima, e é extraordinário que os estrondosos gritos de "parem com a austeridade" se transformem num murmúrio quase inaudível quanto se trata de pedir para salvar as vidas de quem nada tem.

Faço minhas as palavras que Rui Tavares deixou ontem escritasneste espaço: é óbvio que não os podemos aceitar a todos, mas aceitemos ao menos os que pudermos, para termos autoridade moral para exigir que outros países ajam como nós. Nunca conseguiremos resolver o drama dos refugiados, e pobres sempre existirão no mundo, com certeza. Mas, durante a Segunda Guerra Mundial, Oskar Schindler ou Aristides Sousa Mendes também não salvaram todos os judeus — salvaram os que puderam. Salvaram os que conseguiram. Infelizmente, a Europa, neste momento, nem sequer está a tentar. A Europa, farol do mundo, propulsora da "aldeia global", limita-se a erguer muros atrás de muros. Foi nisto que nos tornámos?

Porque se foi, tenhamos ao menos o pudor de parar de gritar impropérios contra a Alemanha imperialista ou de desenhar bigodinhos à Hitler na cara de Angela Merkel. Porque é Merkel, a terrível Merkel, que ainda assim procura fazer alguma coisa pelos refugiados, numa era de renovada xenofobia. Não quero ser ingénuo, nem escamotear os problemas que o acolhimento acarreta. Mas a pergunta "que fizeste ao teu irmão?" é uma das mais belas e mais antigas da nossa cultura. Não deixemos que a indiferença chegue ao nível da fila do supermercado.

 

João Miguel Tavares

Jornalista (jmtavares@outlook.com)

 

retirado do Público

publicado por olhar para o mundo às 09:13
link do post | comentar | favorito

Lígia Guerra no Facebook - existem pessoas que nos inspiram, outras que nos fazem bem e aquelas que, simplesmente sem pedir licença, tocam a nossa alma

Pessoas

 

 existem pessoas que nos inspiram, outras que nos fazem bem e aquelas que, simplesmente sem pedir licença, tocam a nossa alma

 

Lígia Guerra 

publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 2 de Setembro de 2015

William James no Facebook - a arte de ser sábio é a arte de saber o que ignorar

Sábio

 

a arte de ser sábio é a arte de saber o que ignorar

 

William James

publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito

Frases do Facebook - Se a tempestade não quiser passar, dança na chuva

dança.jpg

 

Se a tempestade não quiser passar, dança na chuva

 

publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito

Sérgio Vaz no Facebook - Amor ao próximo é a única religião em que se deveria aceitar fanáticos

fanáticos.jpg

 

 

 Amor ao próximo é a única religião em que se deveria aceitar fanáticos

 

Sérgio Vaz

 

publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito

Imagens do Facebook - Be different

diferent.jpg

 

Be different

 

publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 1 de Setembro de 2015

Frases do Facebook - O povo quer, o povo sonha, a revolução faz-se

Revolução

 

O povo quer, o povo sonha, a revolução faz-se

publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito

Lao-Tsé no Facebook - Quanto maior o número de leis e decretos, mais ladrões e salteadores existirão

Lao-tse

 

 Quanto maior o número de leis e decretos, mais ladrões e salteadores existirão

Lao-Tsé

publicado por olhar para o mundo às 17:03
link do post | comentar | favorito

Frases do Facebook - a vida é a arte de pintar e sentir a nossa própria história

Pintar

 

a vida é a arte de pintar e sentir a nossa própria história, somos riscos, rabiscos, traços, curvas e cores que fazem da nossa vida uma verdadeira obra de arte

publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito

Fantcha - Cinderela

 

Letra

 

Não encontrei a letra desta música

 

publicado por olhar para o mundo às 09:13
link do post | comentar | favorito

Augusto Cury - Sonhar é Preciso

 

Sonhar é Preciso

Sem sonhos, as pedras do caminho tornam-se montanhas, os pequenos problemas são insuperáveis, as perdas são insuportáveis, as decepções transformam-se em golpes fatais e os desafios em fonte de medo.

Voltaire disse que os sonhos e a esperança nos foram dados como compensação às dificuldades da vida. Mas precisamos de compreender que os sonhos não são desejos superficiais. Os sonhos são bússolas do coração, são projectos de vida. Os desejos não suportam o calor das dificuldades. Os sonhos resistem às mais altas temperaturas dos problemas. Renovam a esperança quando o mundo desaba sobre nós.

John F. Kennedy disse que precisamos de seres humanos que sonhem o que nunca foram. Tem fundamento o seu pensamento, pois os sonhos abrem as janelas da mente, arejam a emoção e produzem um agradável romance com a vida.
Quem não vive um romance com a sua vida será um miserável no território da emoção, ainda que habite em mansões, tenha carros luxuosos, viaje em primeira classe nos aviões e seja aplaudido pelo mundo.

Precisamos de perseguir os nossos mais belos sonhos. Desistir é uma palavra que tem de ser eliminada do dicionário de quem sonha e deseja conquistar, ainda que nem todas as metas sejam atingidas. Não se esqueça de que você vai falhar 100% das vezes em que não tentar, vai perder 100% das vezes em que não procurar, vai ficar parado 100% das vezes em que não ousar andar.

Como disse o filósofo da música, Raul Seixas: "Tenha fé em Deus, tenha fé na vida, tente outra vez..." Se você sonhar, poderá sacudir o mundo, pelo menos o seu mundo...

Se você tiver de desistir de alguns sonhos, troque-os por outros. Pois a vida sem sonhos é um rio sem nascente, uma praia sem ondas, uma manhã sem orvalho, uma flor sem perfume.

Sem sonhos, os ricos ficam deprimidos, os famosos aborrecem-se, os intelectuais tornam-se estéreis, os livres tornam--se escravos, os fortes tornam-se tímidos. Sem sonhos, a coragem dissipa-se, a inventividade esgota-se, o sorriso vira um disfarce, a emoção envelhece.

Liberte a sua criatividade. Sonhe com as estrelas, para poder pisar a Lua. Sonhe com a Lua, para poder pisar as montanhas. Sonhe com as montanhas, para pisar sem medo os vales das suas perdas e frustrações.

Apesar dos nossos defeitos, precisamos de ver que somos pérolas únicas no teatro da vida e compreender que não existem pessoas de sucesso ou pessoas fracassadas. O que existe são pessoas que lutam pelos seus sonhos ou desistem deles.

Augusto Cury, in 'Nunca Desista dos Seus Sonhos'
 
Retirado de Citador
publicado por olhar para o mundo às 09:13
link do post | comentar | favorito

Frases do Facebook - apaixonar-se é fácil, mas permanecer no amor, esse é o desafio

apaixonar-se

 

 apaixonar-se é fácil, mas permanecer no amor, esse é o desafio

publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito

Greg Holden - The Lost Boy (Sons of Anarchy) - Opie - I Got This

 

Letra

 

I left my home still as a child
I walked a thousand sorry miles
To wait for my father to gather up his tools
He said my boy you've got to run
Don't wait for me, don't wait for mum
We'll come get you when it's safe for us to leave

So I waited many years
Held back the pain behind my tears
For my father to come find me like he said
In that time I was alone
So many years without my home
I made brothers of a different kind instead

At the time I didn't know
Just how hard the wind could blow
Towards disaster, and the things that I would see
I never found my father
I never found my mother either
But I know that in my lifetime I will be

A hero to the masses
To those born without chances
There's a freedom that everyone deserves
I know there's greed and there's corruption
I've seen death and mass destruction
But I'm telling you and I hope that I am heard

I will not be commanded
I will not be controlled
I will not let my future go on, without the help of my soul

 

publicado por olhar para o mundo às 01:13
link do post | comentar | favorito

Direitos de Autor


Todas as imagens que estão no blog foram retiradas do Facebook, muitas delas não tem referência ao autor ou à sua origem, se porventura acha que tem direitos sobre alguma e o conseguir provar, por favor avise-me que será retirada de imediato.

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Frases de Mia Couto - A m...

. O maior pedido de desculp...

. Não estou interessado em ...

. Não podes reescrever o pa...

. Gosto quando não tenho de...

. Gregory Porter - Smile

. Luis Fonsi, Demi Lovato -...

. Frases do Facebook - às v...

. Frases do Facebook - Nunc...

. Frases do Facebook - Resp...

.mais comentados

.últ. comentários

se pode encontrar referencias como Carlos Malato o...
Que amor e gratidão tão sentidos.Um privilégio ler...
.....nevegar?
Estou cansado de ver esta frase no Facebook atribu...
Maomé matou numa semana uma tribo inteira de judeu...
Lamento mas o texto não é de Santo Agostinhohttp:/...
Ola Jorge,Muito grata por sua pronta resposta e po...
OláJá corrigi o post e atribuí o nome correcto na ...
Olá, quero deixar registrado aqui que esta frase d...
Um grande politico.Uma grande perda para Portugal.

.arquivos

. Outubro 2018

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

.tags

. imagem

. facebook

. frases

. pensamentos

. vídeo

. música

. lyrics

. letra

. vida

. textos

. amor

. humor

. anedota

. piada

. pessoas

. mulher

. imagens do facebook

. cartoon

. felicidade

. amar

. coração

. homem

. miguel esteves cardoso

. viver

. tempo

. mia couto

. mulheres

. imagens

. poesia

. mundo

. ser feliz

. crianças

. política

. fernando pessoa

. educação

. filhos

. poema

. sonhos

. aprender

. criança

. mãe

. animais

. palavras

. pensar

. liberdade

. medo

. natal

. respeito

. silêncio

. caminho

. amigos

. pensamento

. paz

. portugal

. dinheiro

. ser

. alma

. clarice lispector

. dor

. sorrir

. josé saramago

. mafalda

. mudar

. passado

. coragem

. recados

. amizade

. desistir

. escolhas

. beleza

. morte

. ricardo araújo pereira

. falar

. fazer

. feliz

. homens

. país

. pais

. coisas

. cultura

. povo

. religião

. sabedoria

. sentimentos

. verdade

. educar

. livros

. sorriso

. chuva

. ensinar

. problemas

. saudade

. acreditar

. olhar

. osho

. pessoa

. sentir

. abraço

. adopção

. chorar

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds