Segunda-feira, 26 de Junho de 2017

Frases do Facebook - Quando é para acontecer até quem tenta atrapalhar ajuda

acontecer2.jpg

 

Quando é para acontecer até quem tenta atrapalhar ajuda

 

publicado por olhar para o mundo às 21:13
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 21 de Fevereiro de 2017

Frases do Facebook - Não é feio o homem ajudar nos serviços da casa

homem.jpg

 

Não é feio o homem ajudar nos serviços da casa, feio é ter uma mulhe rcansada que vive atarefada e sem tempo de se cuidar para ti e os teus filhos

 

publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 30 de Janeiro de 2017

Frases de Madre Teresa de Calcuta no Facebook - As mãos que ajudam são mais sagradas do que os lábios que rezam

mãos.jpg

 

As mãos que ajudam são mais sagradas do que os lábios que rezam

Madre Teresa de Calcuta 

 

publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito
Quarta-feira, 24 de Fevereiro de 2016

Frases do Facebook - Quando o teu mundo desabar, vem para o meu

 Quando o te mundo desabar, vem para o meu

 

Quando o teu mundo desabar, vem para o meu

Cuando tu mundo se desmorone, ven al mio

publicado por olhar para o mundo às 12:13
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 15 de Fevereiro de 2016

Frases do Facebook - Seja qual for o problema, a música certa vai sempre ajudar

Humor

Seja qual for o problema, a música certa vai sempre ajudar

publicado por olhar para o mundo às 17:13
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 27 de Agosto de 2015

Frases do Facebook - Tu és a pessoa mais capaz para te ajudar a ti mesmo

Ajudar-se

 

Tu és a pessoa mais capaz para te ajudar a ti mesmo

publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito
Sexta-feira, 19 de Junho de 2015

Humor no Facebook - Ajudem-me, tenho cinco filhos

Help

 

Ajudem-me, tenho cinco filhos

publicado por olhar para o mundo às 20:13
link do post | comentar | favorito
Quinta-feira, 18 de Junho de 2015

Frases do Facebook - A melhor maneira de ajudar uma pessoa é ensiná-la a pensar

A melhor maneira de ajudar

 

A melhor maneira de ajudar uma pessoa é ensiná-la a pensar

publicado por olhar para o mundo às 10:13
link do post | comentar | favorito
Domingo, 14 de Junho de 2015

Raquel Freire - Vida Queima

A vida Queima

 

CARTA DA REALIZADORA

 

“É provável que coisas improváveis aconteçam”     

                                       Aristóteles. 

1ª parte

 

Eu sou uma realizadora de cinema portuguesa, sou uma filha da revolução dos cravos e da democracia.  A crise política e económica que atravessamos fez com que o meu país ficasse refém de políticas de austeridade para as quais a cultura é um luxo. No meu país, com intervenção da troika (FMI, bce, UE) acabaram com o Ministério da Cultura e o ICA (Instituto de Cinema e Audiovisual) paralisou com       os cortes orçamentais.Se um povo deixa de criar as suas imagens, a sua cultura e sua arte deixam de se ver, desaparecem do conjunto das imagens globais.

 

E se deixam de existir estão condenadas à morte. E o que é um povo sem cultura e sem arte, um povo sem identidade? Um povo escravo. “Nenhuma arte dá tanto a medida da cultura e da liberdade como o cinema” (Walter Silveira).

 

No meio da crise e da depressão que tomou conta do meu país e da Europa eu senti que tinha que agir. Mas vi-me na impossibilidade de trabalhar.

 

Para mim, não filmar não é uma opção. Ser realizadora é uma necessidade vital, mas também política, social e, principalmente, existencial. Filmo, logo existo. Podem-nos tirar tudo: a liberdade, a vida, o conforto, tudo menos o sonho, o ponto de vista, o olhar próprio, o impulso que nos faz sair de nós e criar - o meu impulso é filmar.

 

2ª parte

 

Para FILMAR tive que optar por técnicas radicais de sobrevivência. 

 

Tentei obter financiamento para filmar. Não encontrei quaisquer apoios. Confrontei-me diariamente com a impossibilidade de continuar a fazer filmes. Foi desta impossibilidade que fiz “Vida Queima”: decidi filmar a minha própria impossibilidade de filmar, através duma docuficção, ou seja, introduzindo elementos de ficção num quotidiano que era o meu e o dos meus amigos, filhos que somos dum sonho de Europa de progresso social que as gerações antes de nós construíram e que nos é agora negado. É esta geração sacrificada de jeunes diplome precaire que eu desafio para fazer este filme, sob a forma misturada de ficção e documentário: filmo-os e filmo-me (sob a forma duma actriz que me representa) durante 2 meses. 

 

No início chamava-se “filme sem câmara” porque eu não tinha câmara. 

 

Depois de várias tentativas consegui através duma fundação dinheiro para comprar material para filmar ao propor-me fazer exactamente um retrato das pessoas que deste grupo eram encenadores de teatro - cena que vemos no filme. A montagem desse documentário no estúdio onde eu estava a montar, vemo-la também em “Vida Queima” sob a forma de montagem do próprio filme que estamos a ver, no final. 

 

No início deste filme, vemos Sara a escrever uma cena dum filme e ao mesmo tempo que escreve, a realidade ultrapassa-a e ela está nesse limbo entre a realidade e a ficção. É essa a história da origem deste filme.

 

O velho cinema em ruínas que vemos no filme é o cinema da minha infância, do “Porto da minha infância” (diferente do de Manoel de Oliveira). Eu ia todos os Sábados às sessões do cineclube onde me inscrevi quando tinha 5 anos e como fui obrigada a ir para o Porto ao passar diante do cinema vejo que o estão a destruir para o transformar num shopping. Decido entrar clandestinamente  com a actriz que me representa e a equipa (éramos 3) e filmamos imediatamente. Como ela teve que sair porque protagonizava uma espectáculo no teatro em frente, eu fiz nessa cena a docuficção completa: vesti a roupa dela ( que era o a minha) e continuamos a filmar. metade da cena é ela, metade sou eu, que comecei em 1999 a filmar em película, fiz 1 curta e 2 longas metragens e me confronto com a impossibilidade de o continuar a fazer.

 

Eu trabalhei durante 9 anos com um dos maiores produtores independentes europeus, um velho pirata do cinema de autor, que também ele afectado pela crise se tornou alguém com quem foi impossível continuar a colaborar. Esse processo está retratado no filme.

 

A mercearia onde Sara vai comprar para pagar o pão, o leite, a fruta, a os legumes e depois não tem dinheiro para pagar é o mini-mercado onde eu me via confrontada com a minha precariedade quando ia comprar comida e a dona da loja faz dela mesma: verifica se eu não levei uma migalha a mais do que aquilo que eu conseguia pagar.

 

A lista é interminável.

 

Não há cena neste filme que não seja puro docu-ficção.

Raquel Freire

 

Ajuda a financiar a finalizaçao deste filme

ajuda

 

Retirado de Vida Queima

publicado por olhar para o mundo às 08:13
link do post | comentar | favorito

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.posts recentes

. Frases do Facebook - Quan...

. Frases do Facebook - Não ...

. Frases de Madre Teresa de...

. Frases do Facebook - Quan...

. Frases do Facebook - Seja...

. Frases do Facebook - Tu é...

. Humor no Facebook - Ajud...

. Frases do Facebook - A me...

. Raquel Freire - Vida Quei...

.últ. comentários

Lamento mas o texto não é de Santo Agostinhohttp:/...
Ola Jorge,Muito grata por sua pronta resposta e po...
OláJá corrigi o post e atribuí o nome correcto na ...
Olá, quero deixar registrado aqui que esta frase d...
Um grande politico.Uma grande perda para Portugal.
Verdade Universal.
É como eu tenho dito e inclusive escrito sobre ist...
Perdi meu marido há quanto meses.ainda tenho tudo ...
Muitíssimo bom!
Como eu entendo. A minha bisavó tinha 103.chorei e...

.arquivos

. Dezembro 2017

. Novembro 2017

. Outubro 2017

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Agosto 2015

. Julho 2015

. Junho 2015

. Maio 2015

. Abril 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

.tags

. imagem

. facebook

. frases

. pensamentos

. vídeo

. música

. lyrics

. letra

. vida

. textos

. amor

. humor

. anedota

. piada

. pessoas

. mulher

. imagens do facebook

. cartoon

. felicidade

. amar

. coração

. homem

. miguel esteves cardoso

. viver

. tempo

. mia couto

. mulheres

. imagens

. poesia

. mundo

. ser feliz

. crianças

. política

. fernando pessoa

. educação

. filhos

. poema

. sonhos

. aprender

. criança

. mãe

. animais

. palavras

. pensar

. liberdade

. medo

. natal

. respeito

. silêncio

. caminho

. amigos

. pensamento

. paz

. portugal

. dinheiro

. ser

. alma

. clarice lispector

. dor

. sorrir

. josé saramago

. mafalda

. mudar

. coragem

. passado

. recados

. amizade

. desistir

. escolhas

. beleza

. morte

. ricardo araújo pereira

. falar

. fazer

. feliz

. homens

. país

. pais

. coisas

. cultura

. povo

. religião

. sabedoria

. sentimentos

. verdade

. educar

. livros

. sorriso

. chuva

. ensinar

. problemas

. saudade

. acreditar

. olhar

. osho

. pessoa

. sentir

. abraço

. adopção

. chorar

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds