Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Pontos de Vista

Porque tudo na vida tem um ponto de vista

Pontos de Vista

Porque tudo na vida tem um ponto de vista

19
Mar17

Fundo preto - Amor Avesso

olhar para o mundo

 

 

 

 

AMOR AVESSO:
Conheci-te à meia-noite, estava de roupão
Passeavas pela rua, meio em turbilhão
E, sem que ninguém notasse, veio um apalpão
Olhaste, piscaste o olho, senti um furacão
Devia ter percebido que isso era um não.
Nós dois somos ao contrário, somos contramão
Somos fogo e gasolina, somos combustão.
Quando ando defendida, ardes de paixão
Se me entrego desarmada, largas a minha mão
Devia ter percebido que isso era um não.
Se me sinto animada, pedes rendição
Quando acalmo, quero mimo, vens cheio de acção
Quando quero que me ames, vais lavar o cão
Quando voltas, eu já durmo, queres atenção
Devia ter percebido que isso era um não.
Peço um amor verdadeiro, dás-me compaixão
Quando finjo que sou Eva, não está lá o Adão
Chegas morto do trabalho, e eu celebração
Quando acho que estou linda, pões-me lá no chão
Devia ter percebido que isso era um não.
Só de olhar à nossa volta, mas que confusão!
Tudo o que é bom para mim, para ti é negação
E o filme quando tu me viste com o João?
Gritaste durante dias e ele é como um irmão
Devia ter percebido que isso era um não.
E até quando a nossa vida corre de feição,
Tu arranjas uma forma e mudas o guião.
Quando penso seriamente, chego à conclusão
Que podias ser um doce, mas preferes ser cabrão.
… tu podias ser um doce, mas preferes ser cabrão.
Devia ter percebido que isso era um não.
© Alex Alvarenga 2016

 

Texto: Alex Alvarenga
Interpretação: Rafaela Covas
Imagem: Miguel Marques
Música Original: António Neves da Silva
Produção: FUNDO PRETO

 

Facebook: facebook.com/FUNDOPRETOOFICIAL
Instagram: instagram.com/fundopretooficial
Twitter: twitter.com/FUNDOPRETOVIDEO
E-mail: info@fundopreto.com

 

17
Mar17

AGUENTA - Fundo preto

olhar para o mundo

 

 

Criação e Interpretação: Diana Costa e Silva e Rafaela Covas
Texto: Diana Costa e Silva
Realização: Miguel Marques
Música Original: António Neves da Silva

 

AGUENTA:
Vim aqui hoje para te dizer
Que quem não pára, devora.
Porque é que agarro o ontem e o amanhã
Se temos, agora, o agora?
Que sentido tem falar tão alto,
Quando o outro está já ali?
Esta pressa do nunca há tempo.
Tento não pisar a merda dos cães enquanto caminho,
Aguento o barulho do vizinho,
Passo horas cibernéticas a descomunicar,
Desumanizar, enquanto caminho.
Desejo. Beijo. Deixo.
Solitariamente.
Irreflectidamente.
Egocêntrica. mente.
Aguenta.
Vim aqui hoje para te dizer 
Que te podes demorar,
Respirar mais silêncio,
Reaprender o devagar.
Que sentido tem esta urgência de tudo, já?
Consome rápido que vai acabar,
Se não tens, corre e vai comprar.
Já não presta, deita fora.
Quero novo para estragar.
Chupa. Estraga. Chuta.
Rapidamente.
Avidamente.
Inconsequente. mente.
Aguenta.
Vim aqui hoje para te dizer
Que venho devagar,
Com tempo para gastar,
Tempo que não se perde.
Tenho comigo todo o tempo que me permito,
Tempo com tempo,
Do sem tempo me demito.
Vim aqui hoje, sem roupa, sem cabelo, sem brincos, sem medo, sem dores de cotovelo, sem regras, sem rancor, sem juízos de valor.
Com tudo o que preciso, para ficar, ainda.
© Diana Costa e Silva 2016

 

Facebook: facebook.com/FUNDOPRETOOFICIAL
Instagram: instagram.com/fundopretooficial
Twitter: twitter.com/FUNDOPRETOVIDEO
E-mail: info@fundopreto.com

 

Direitos de Autor


Todas as imagens que estão no blog foram retiradas do Facebook, muitas delas não tem referência ao autor ou à sua origem, se porventura acha que tem direitos sobre alguma e o conseguir provar, por favor avise-me que será retirada de imediato.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D